25
maio

0
cha-jasmim

CHÁ DE JASMIM

Jasmim é o nome comum pelo qual são conhecidas as espécies do gênero Jasminum, da família Oleaceae, nativas do Velho Mundo. Seu nome vem do árabe Yasamin, que por sua vez foi emprestado do persa. São, em sua maior parte, arbustos ou lianas, de folhas simples ou compostas. As flores são tubulares, com pétalas patentes, raramente maiores do que dois centímetros de diâmetro, quase sempre muito perfumadas. Quase todas as espécies possuem flores brancas, mas há algumas de flores amarelas ou rosadas.

A maior produtora de jasmins do mundo é a Índia, mas a China sempre foi uma grande produtora de jasmim.

As flores são colhidas e usadas frescas, para a extração do óleo, como aromatizantes, ou secas para infusões, óleo medicinal, pastas e pós. A medicina ayurvédica indiana e a medicina tradicional chinesa indicam o uso intensivo de pétalas e óleo de jasmim.

Na Índia, as flores e o óleo têm grande importância cultural. São usadas nas cerimônias indianas e mencionadas em muitos textos religiosos. Os usos tradicionais, na Índia, incluem o fortalecimento dos cabelos, a suavização do couro cabeludo, e o aumento da libido. O óleo também é utilizado como afrodisíaco, tônico e perfume sensual.

Há séculos, o jasmim no Oriente é considerado como o símbolo da beleza e da tentação das mulheres. Na Índia, Kama, o deus do amor, chegava a suas vítimas por setas acompanhadas de flores de jasmim. Cleópatra teria ido ao encontro com Marco Antonio em um barco cujas velas foram revestidas com essência de jasmim. Bodas de jasmim são o símbolo dos 66 anos de casamento no folclore francês.

Seu aroma é adocicado, e é juntamente com a rosa um dos aromas pilares da perfumaria. Na China misturam-se flores de jasmim a folhas de chá, e a combinação de sabor e aroma resultante é muito apreciado.

O famoso chá preparado com as flores de jasmim é muito consumido no Extremo Oriente. Na época da China Imperial, era bebida exclusiva dos nobres da corte. Suas propriedades medicinais são muito conhecidas por aliviar o estresse; diminuir a ansiedade, a tensão e a exaustão nervosa. Ajuda a combater os sintomas da depressão, é excelente calmante e favorece um sono tranquilo. Em compressas, auxilia no tratamento da conjuntivite e problemas da pele. Na medicina popular é usado para aliviar dores de cabeça e enxaqueca.

Desde que o jasmim foi levado para a Europa, em 1.600, sua popularidade disparou. Em Grasse, na França, realiza-se um festival de jasmim no final de cada verão, atraindo visitantes do mundo inteiro.

Na Medicina Tradicional Chinesa, o chá de Jasmim tem uma influência reguladora de Yin e Yang, respondendo positivamente às exigências da circulação do Qi (energia vital). Melhora a concentração, estimula a capacidade intelectual e combate o cansaço, se bebido à tarde.

Os benefícios proporcionados pelo chá de jasmim são vários e já são conhecidos desde um tempo bastante distante, sendo a bebida mais popular entre as pessoas mais idosas na Ilha de Okinawa, no Japão. Aliás, não é por acaso que esta ilha é conhecida por ter a população com mais idosos acima dos cem anos! Nesta ilha, as pessoas têm o hábito diário de tomar o chá de jasmim, que é feito das folhas do chá verde misturadas com flores de jasmim frescas.

É muito raro que utilizem apenas o chá verde, pois puderam comprovar que a mistura deste com as flores de jasmim é uma combinação muito benéfica à saúde. Além da combinação com o chá verde, também é comumente encontrado em outros blends ou misturas, como, por exemplo, no chá vermelho, preto e branco.

Calmante: A presença das flores de Jasmin no chá pode oferecer estímulos sedativos ao organismo, o seu cheiro estimular o corpo a liberar sensações de tranquilidade e bem-estar. Diminui a ansiedade, a tensão e a exaustão; alivia o estresse;

  • Analgesia: Jasmim contem ácido salicílico, como o salgueiro. É por esta razão que beber o chá aliviar dores de cabeça e problemas semelhantes.

. Antioxidante: Combate a oxidação das estruturas celulares e, assim, prevenindo doenças como o câncer, doenças cardíacas e de pele, além de auxiliar no bom funcionamento das funções cerebrais e prevenir o envelhecimento precoce;

  • Bom digestivo: Uma xícara de chá uma hora após a refeição pode ser auxiliar na digestão dos alimentos consumidos na hora da refeição. A ingestão deste chá pode auxiliar na prevenção de ataques cardíacos; ajuda a queimar as calorias e ativar o sistema imunitário.

Entretanto a forma de preparo que é apresentada normalmente, de se ferver o chá de 4 a 8 minutos está equivocada. Gostaria de dar algumas dicas:

1- Em primeiro lugar, evite ferver a água para o chá. A água deve estar quase no ponto de fervura, quando solta aquelas “bolinhas” no fundo da vasilha.

2 – O segredo é não deixar o chá muito tempo na água quente ou colocar muiiiiita pouca erva no bule/xícara. Se cozinhar por 4 a 8 minutos, como recomendam, o chá fica intragável.

3 – Não jogue fora a erva utilizada! Quando estiver acabando o chá, verta novamente a água quente novamente sobre as folhas e flores. Os chineses afirmam que essa segunda infusão dá o verdadeiro sabor do chá. E você faz quase duas porções com a mesma erva….

4 – Depois de utilizado, deixe a erva esfriar e coloque nos seus vasos. É um excelente adubo!!!

 

Referências:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jasmim

http://medicinadotao.blogspot.com.br/2014/07/beneficios-do-cha-de-jasmim.html

http://taoismo.org/modules/smartsection/item.php?itemid=17

Imagem: CHÁ DRAGON PEARL JASMINE do site http://www.klubedocha.com/tipos-de-cha/chas-florais