11
maio

0
hidrolatos

O QUE SÃO HIDROLATOS?

Quando uma planta aromática é destilada, a água resultante no final do processo é chamada de Hidrolato (também conhecida como Hidrosol). Esta água possui uma certa quantidade de compostos aromáticos e não se mistura ao Óleo Essencial.

Suzanne Catty, autora do livro “Hydrosols: The Next Aromatherapy” define da seguinte forma: “Os Hidrolatos são a água condensada coproduzida durante a destilação a vapor ou hidro destilação de material vegetal para fins aromaterapêuticos”.

Antigamente, muitos produtores jogavam esta água fora, pois destilavam as plantas apenas para obter o Óleo Essencial.

Recentemente, o valor terapêutico desta água perfumada tem sido reconsiderado e melhor estudado no universo da Aromaterapia, fazendo com que os produtores de Óleos Essenciais também aproveitem este “coproduto” da destilação aromática.

O QUE NÃO É UM HIDROLATO?

Não basta apenas pegar uma quantidade de água e pingar algumas gotinhas de um Óleo Essencial para chamar este produto de Hidrolato.

Um Hidrolato verdadeiro é obrigatoriamente resultado do processo de destilação. Só desta forma ele incorpora em sua composição as moléculas voláteis e não voláteis que são tão importantes. Também não podemos adicionar nenhuma outra substância(álcool ou preservantes), para ser verdadeiro o Hidrolato deve ser 100% puro.

Um exemplo:

Eu tenho uma quantidade de água destilada, coloco algumas gotas de Óleo Essencial de Hortelã Pimenta e misturo. Eu tenho ali um Hidrolato de Hortelã Pimenta?

Não! Muitas vezes essa mistura é chamada de Água Floral.

Agora, se eu tenho um destilador, e coloco folhas de Hortelã, adiciono água e começo a destilar. Após a destilação eu separo a água resultante do processo, aí sim, eu tenho um Hidrolato de Hortelã Pimenta verdadeiro.

Durante a destilação, algumas moléculas voláteis do Óleo Essencial (e outras não voláteis, como os ácidos, por exemplo) se incorporam na água, se tornando muito mais do que a simples adição de água e essência. Tornam-se algo único, que quimicamente podemos chamar de composto.

Qual a diferença entre uma mistura e um composto?

Mistura é a reunião de substâncias ou elementos químicos. Nas misturas cada componente mantém as suas características.

Nos Compostos já é completamente diferente. É quando juntamos substâncias ou elementos químicos e formamos outra substância. Nestes casos essa terceira substância, que se formou na reação das outras duas possui características próprias.

Preste bem atenção quando um produto é chamado de Água Floral, pois possivelmente não se trata de um Hidrolato, além de não ser um termo adequado, já que não são provenientes apenas de flores. Podem ser obtidos das raízes, cascas, sementes, frutos, folhas, etc.

FORMAS DE USO

São ideais para situações que requerem cuidado aromático suave, e servem para todas as pessoas, especialmente crianças, idosos e pessoas com a saúde mais sensível. Não necessitam de diluição e podem ser aplicados diretamente na pele. As opções de usos são infinitas, basta usar a criatividade e criar suas próprias receitas. Aí vão algumas sugestões:

  • Spray Refrescante – Coloque em um frasco spray e pulverize sobre o rosto e o corpo. Ótimo para refrescar e hidratar a pele. Se você manter o Hidrolato refrigerado, o efeito refrescante será ainda maior.
  • Tratamentos da pele – Hidrolatos são ótimos para a limpeza, hidratação e tonificação da pele. Eficazes no tratamento de manchas, feridas, queimaduras e ralados. Apesar de serem poderosos, são suaves para usar em áreas sensíveis e também em crianças e bebês.
  • Gripes e Resfriados – São extremamente úteis, e podem ser usados no difusor, criando uma atmosfera que fortalece a imunidade e melhora a respiração. Na impossibilidade de uso do difusor, borrife os Hidrolatos no ambiente.
  • Lavagens bucais e gargarejos – Usados para problemas nas gengivas e dentes, além de refrescar o hálito. Também muito bom para dor de garganta. Basta diluir algumas gotas em água e utilizar.
  • Perfumes – Se você gosta de fazer seus próprios perfumes, os Hidrolatos são uma ótima base para sua receita.
  • Olhos – Se sua vista está cansada, aplique Hidrolato em almofadas de algodão, em cima das suas pálpebras com os olhos fechados. Relaxe por 10 minutos. Eles também podem ser usados como lavagens oculares. Também é possível fazer lavagens oculares, diluindo o Hidrolato.
  • Lavanderia – Pode ser borrifado nas roupas antes de serem passadas. O mesmo vale para roupas de cama.
  • Animais – Os Pets respondem bem ao uso dos Hidrolatos para tratamentos de muitas doenças e como repelentes de insetos.

Texto de Oshadi Aromaterapia, em:
https://www.oshadhi.com.br/hidrolato-o-que-e/

Imagem: Google