03
jul

0
pânico

Óleos essenciais para ataques de pânico

Os óleos essenciais podem ajudar a acalmar um ataque de pânico. Um ataque de pânico pode aparecer sem aviso e sem uma razão óbvia, trazendo consigo, às vezes, uma esmagadora e paralisante sensação de medo e terror.

A experiência é muito mais intensa do que a sensação de estar ‘estressado’, e as vítimas aterrorizadas relatam que, muitas vezes elas pensavam que estavam enlouquecendo, perdendo o controle, ou mesmo ter um ataque cardíaco.

Na verdade, quem sofre de transtorno de pânico diz que os ataques são algumas das experiências mais repentinas, assustadoras e desconfortáveis que você jamais poderia imaginar.

Os ataques de pânico variam de sentimentos de desconforto a imobilizantes crises de terror. Neste estado extremo, as pessoas experimentam sensação de desmaio ou taquicardias repentinas e sem aviso prévio. Uma vez que elas não podem prever quando esses ataques vão acontecer, elas podem viver em preocupação constante de isso possa ocorrer a qualquer momento.

Ataque de pânico ou ataque de ansiedade?

Embora os ataques de pânico também aconteçam em pessoas que estão sofrendo outros transtornos de ansiedade, há uma diferença entre ansiedade e pânico. A diferença real é a duração e intensidade dos sintomas. Os ataques de pânico são episódios que duram apenas um curto período de tempo, enquanto os ataques de ansiedade ocorrem de forma mais gradual e, geralmente, são menos intensos, mas permanecem por longos períodos de tempo.

Se um sofredor tem se preocupado em ter outro ataque de pânico por um mês ou mais, ou eles fizeram mudanças significativas em seu comportamento para evitar lugares onde eles já tiveram um ataque, eles podem ser diagnosticados como um transtorno de pânico. Um transtorno de pânico difere de um ataque de pânico porque o indivíduo sofrerá ataques frequentes e inesperados.

Os sintomas de um ataque de pânico:

Um ataque de pânico ocorre quando a reação do corpo “fugir ou lutar” entra na hora errada. Esta é uma resposta fisiológica involuntária que acontece quando o corpo está se preparando para lidar com uma situação de emergência ou perigosa. Quando o estresse provoca um aumento na adrenalina, o corpo aumentará o metabolismo para produzir energia rapidamente.

Os músculos tornam-se tensos, a batida do coração e a respiração aceleram e a composição do sangue realmente muda ligeiramente. Os sinais e sintomas de um ataque de pânico atingem a intensidade máxima dentro de alguns minutos e geralmente desaparecem dentro de 20 minutos, embora em alguns casos possam durar até 30 minutos. É mesmo possível que alguém experimente um ataque ao despertar de um sono profundo.

Os sintomas de ataque de pânico incluem:

Falta de ar
Palpitações, coração batendo ou aumento da frequência cardíaca
Dor no peito
Tremores
Sentimento de asfixia
Sudorese, rubor quente ou frio
Náuseas, vômitos, dor abdominal ou estomacal
Instabilidade, tontura ou fraqueza
Sensação de estar fora de si mesma
Dificuldade em engolir
Entumescimento ou formigamento
Medo de perder o controle, de ficar louco ou de morrer

A maioria das pessoas que sofrem de ataques de pânico estão em seus 20 e 30 anos e é incomum que o primeiro ataque seja experimentado durante a adolescência ou após os 40 anos de idade. Mesmo as pessoas consideradas emocionalmente bem ajustadas são propensas a ataques de pânico, o que aumenta a evidência de que existe uma reação bioquímica responsável pela desordem e que não é puramente psicológica.

Abordagem natural dos ataques de pânico

O uso de remédios naturais para ataques de pânico geralmente pode ser tão eficaz quanto o uso de medicamentos prescritos, além de não ter efeitos colaterais desagradáveis. As drogas psicotrópicas podem causar muitos efeitos colaterais físicos como boca seca, constipação, problemas sexuais, sonolência, palpitações cardíacas e muito mais. Alguns antidepressivos e medicamentos antiansiedade podem até causar mais ansiedade, o que não é útil na prevenção da ocorrência de ataques de pânico!

Como os óleos essenciais podem ajudar:

Os ataques de pânico são frequentemente seguidos de sentimentos de desamparo, depressão e medo, e os sofredores de transtorno de pânico geralmente dizem que seu maior medo é que eles sofrerão outro ataque. Viver com medo é obviamente extremamente estressante, e esta é uma área importante onde a aromaterapia pode trazer alívio devido às propriedades calmantes e relaxantes de certos óleos essenciais.

Os óleos essenciais apropriados podem ajudar a acalmar a mente, estabilizar a respiração e ajudar a manter a estabilidade ao corpo inteiro. Enquanto trabalhava com pacientes com transtorno de pânico na minha clínica, descobri que a combinação poderosa de óleos essenciais e massagens provou ser pelo menos tão boa, senão melhor do que muitas outras formas de tratamento que meus clientes já haviam tentado – especialmente quando usado em combinação com aconselhamento ou hipnoterapia.

Claramente, para enfrentar este problema de forma eficaz, é necessária alguma forma de aconselhamento investigativo para descobrir a raiz do problema, então, se você sofrer de ataques de pânico, você sempre deve procurar o conselho do seu médico antes de iniciar qualquer tipo de auto-tratamento.

Óleos essenciais calmantes:

Os óleos essenciais relaxantes e calmantes como a bergamota, sálvia esclaréia, olíbano, camomila romana, melissa, neroli, rosa otto, sândalo, vetiver e ylang ylang podem ajudar a incutir uma sensação de calma, e podem ser utilizados de forma eficaz por conta própria ou enquanto apoio a outras formas de tratamento.

Para obter os melhores resultados escolher 2 ou 3 óleos essenciais a partir da lista acima e diluí-los em um óleo carreador e pedir ao seu parceiro para fazer uma massagem nas costas. Se isso não for possível, os óleos podem ser utilizados em um bom banho relaxante, ou colocado em um difusor, ou mesmo inalados diretamente de um tecido quando você se sentir um ataque vindo.

Aromaterapia é, sem dúvida, uma das melhores formas de medicina preventiva disponíveis hoje, e funciona bem em conjunto com a medicina alopática. Quando usado corretamente, aromaterapia ajuda a manter um estado de relaxamento e calma de espírito que pode ser muito útil para pessoas que sofrem, ajudando a manter recorrentes ataques de pânico no controle, quando outras formas de tratamento se mostraram ineficazes

Texto de Sue Charles, publicado em:

Essential Oils For Panic Attacks

Imagem: Google